Mini Mulas

Quanto mais nos puxam, mais andamos para trás.

25 Novembro 2011

..........



10 Maio 2011

7 CORES



ESPELHO, ESPELHO MEU...



21 Abril 2011

OUTRAS MANIAS...



MANIAS......



MAIS COELHOS........



BOA PÁSCOA...



07 Abril 2011

LOL...


QUE CALOOOOOOR!!!


QUEM ME DERA POR O MEU ESQUELETO AO SOL...


04 Abril 2011

QUE OLHAR...


SOLARIO...


17 Fevereiro 2011

FUMAR UM CIGARRO...


SE TIVESSE MORRIDO...CHEIRAVA MAL!!!!

Esta foi a frase proferida por um agente da GNR, provavelmente um primo afastado de Horatio Caine do CSI Miami, quando uma senhora se queixou do desaparecimento da vizinha. Foi descoberta 9 anos depois. Morta dentro de casa.

O marido havia falecido há pouco tempo e a senhora deixou de ser vista por ali a passear como de costume, principalmente aos fins-de-semana. A única vizinha que se deu ao trabalho de ir à GNR fazer uma participação ficou perplexa quando os agentes, parados à porta do apartamento da desaparecida, nada fizeram.
"Então mas e se ela está ali dentro morta?" Perguntou a senhora já com alguma idade e muita ingenuidade...Os agentes riram-se entredentes, em estilo gozão como se fossem uma equipa do CSI depois de ouvir alguém dizer uma barbaridade de técnica forense e responderam com a sapiência de Sherlock's da Rinchoa: "Ó minha senhora se ela estivesse morta cheirava mal".
Brilhante!!!
Portanto daqui conclui-se que uma pessoa só pode estar morta se cheirar mal. Se morrer na neve e ali permanecer enterrada durante 500 anos está viva. Apenas congelada como uma posta de maruca.
E as inúmeras pessoas com quem nos cruzamos diariamente no metro e tresandam como doninhas porque não conhecem o conceito de sabão estão para estes dois estarolas da GNR aparentemente mortas.
Sendo assim eu mesmo já tive o desprazer de viajar numa carruagem com 35 franceses mortos. E faziam mais barulho que uma excursão de putos da C+S.
Há quem morra só dos pés ou da boca. Chamada morte por chulé ou por mau hálito.
Resultado desta macacada: os cadáveres da senhora e da sua única companhia, um pequeno cão, estiveram 9 anos, REPITO: 9 ANOS à espera de serem encontrados. Coisa que só aconteceu quando a porta foi finalmente aberta depois de a casa ter sido vendida num leilão das finanças.

Esta senhora vivia nos arredores de Lisboa, e não num canto qualquer do Portugal perdido. Teve dois azares:
Vivia numa sociedade que já não olha para o lado a não ser para invejar o carro novo do vizinho ou o rabiosque da colega de trabalho e apanhou pela frente dois senhores que de agentes da GNR só têm a farda, impedindo-a pelo menos de ser tratada após falecer com a dignidade que qualquer um merece.

13 Fevereiro 2011

Dia dos namorados!


Este dia também é para os amigos, em especial os diferentes! Como todos nós. Abracinhos...